AGENDA

Para repensar a política, em tempos áridos

160531-Urgencias2

Suely Rolnik e Tatiana Roque convidam a debater novos movimentos, choque com as forças reacionárias e atualidade – e ou reinvenção – da ideia de esquerda


URGÊNCIAS – Para pensar as forças políticas em jogo no Brasil
Uma proposição de Suely Rolnik e Tatiana Roque
Organização: Programa de Ações Culturais Autônomas (P.A.C.A)
Apoio: Instituto Goethe
Sábado 4 de junho, das 10h às 17h (confirme presença aqui)
Local: Rua Lisboa, nº 974, Pinheiros — Metrô Clínicas – S.Paulo (mapa)

A paisagem da sociedade brasileira vem sendo agitada por práticas de invenção que não param de proliferar, em diferentes setores da vida social, colocando em movimento e desestabilizando seus contornos. Essas ações tensionam a atmosfera criada pelas forças reacionárias e reativas que nos assombram desde a fundação do país, mas que parecem ter ganho um novo fôlego.

Como dar conta das experiências e das múltiplas ações que promovem transformações concretas em diversos campos da sociedade brasileira? Os termos e as práticas da esquerda, ou até mesmo a noção de esquerda, ainda são suficientes para descrever a variedade e a singularidade desses vetores de criação? A tradicional oposição entre direita e esquerda ainda nos serve para pensar a relação entre as várias forças em jogo no país? Ou será necessário pensar numa escala que vai de diferentes graus de identificação com o estado de coisas a diferentes graus de reconhecimento de seus pontos de asfixia? De diferentes graus de desejo de conservá-lo e de seu poder de agir a diferentes graus de desejo de criar desvios e de sua potência de agir?

160531-MTST

Como decifrar as novas estratégias de poder do capitalismo? Como evitar sucumbir ao medo e à reação que nos provoca, seja com a paralisia melancólica ou a pressa em se livrar dele, agarrando-se a velhas narrativas como tábuas de salvação? Como nomear e refletir sobre o presente para criar alianças que mobilizem potências para além de possíveis dicotomias entre pensamento e ação?

O segundo encontro do projeto Urgências é um convite a pessoas que buscam reinventar o presente em distintos setores da vida social, assim como a pessoas interessadas e implicadas neste debate, em um esforço de reflexão coletiva. Trata-se de tentar colocar em palavras as experiências em curso, de modo a favorecer possíveis colaborações entre práticas de intervenção e produção de sentido, sejam elas ativistas, teóricas, artísticas ou outras. Acreditamos que a partir desses lugares e do esforço conjunto para nomeá-los, poderemos perguntar o que de tais práticas ainda cabe, ou não cabe mais, no horizonte das esquerdas. E se essa pergunta nos interessa, é para fortalecer a mobilização de nossa potência de criação de novos horizontes, onde quer que cada uma de nós esteja.

 

TEXTO-FIM

Uma ideia sobre “Para repensar a política, em tempos áridos

  1. Desde Olinda, PE, como fazer para acompanhar e se possível contribuir ?

    ARTivista, do (agora extinto…) Grupo de Teatro Loucas de Pedra Lilás, Recife/PE

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *