SP: Prefeitura encara as chacinas

317939_520288521324649_1258011024_n

Secretaria dos Direitos Humanos participa de audiência pública, no Capão Redondo, onde já morreram 7 pessoas desde o início do ano

Por Lino Bocchini

A primeira audiência pública do novo secretário de Direitos Humanos do município de São Paulo, Rogério Sotilli e também a primeira do secretário de promoção da Igualdade Racial, Netinho de Paula, acontecerá nessa quinta-feira, 23 de janeiro, 14h no Capão Redondo. O encontro com entidades e a população local será no Parque Santo Dias, ao lado do metrô Capão Redondo. O ato foi articulado pelos movimentos sociais e culturais da zona Sul, e a principal motivação foi a chacina que aconteceu no primeiro sábado de 2013, 5 de janeiro, deixando sete jovens mortos no Jardim Rosana, próximo do local onde será a audiência.

Até agora, nenhum suspeito da chacina foi apresentado, apesar da pressão da população local, que, embaixo de chuva, fez uma caminhada e uma missa de sétimo dia na Paróquia Santa Isabel com a presença de mais de mil pessoas, no domingo, dia 13 de janeiro. Lideranças comunitárias e familiares das vítimas estarão presentes. A intenção é que autoridades, entidades e população local façam uma reflexão pública sobre as dezenas de mortes que vêm acontecendo toda semana na periferia da Grande São Paulo, e que encaminhamentos práticos sejam anunciados.

O encontro foi intitulado, “Não Matarás Nenhum Brasileiro”, verso de Marco Pezão, um dos criadores da Cooperifa. Marcando o caráter cultural de boa parte das iniciativas de combate à violência na região, a audiência pública será encerrada com um sarau com diversos peotas da região. O coordenador de Juventude da Prefeitura, Gabriel Medina, também estará presente.

Parque Santo Dias > Rua Jasmim da Beirada, 71, Capão Redondo, ao lado da estação do metrô

Informações para a imprensa > Lino Bocchini / [email protected] / (11) 9 9649-9597

TEXTO-FIM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *